quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Plano de aula

Série sobre água
Plano de aula 2 - A oferta de água

Planeta Sustentável
Bloco de Conteúdo
Ciências Naturais

Introdução Este é o segundo plano de aula de uma série de cinco propostas para trabalhar com a questão hídrica no Ensino Fundamental. No primeiro plano, Caminhos das Águas, foram apresentadas atividades sobre o percurso da água na natureza, observando a distribuição dela no planeta, bem como as proporções desse recurso em rios, geleiras, cumes de montanhas, solos, atmosfera e subsolo. Examinou-se o ciclo e os usos da água.

Aqui, vamos verificar a distribuição e a disponibilidade de água própria para o consumo humano na superfície terrestre, analisando as causas naturais e sociais que afetam sua oferta - situações como consumo excessivo, poluição, desperdício e ausência ou precariedade dos serviços de saneamento básico.
A escassez tem levado a disputas e conflitos pela posse e pelo uso da água em diferentes regiões do globo, um quadro que tende a se agravar.

Objetivos 
Identificar a distribuição de água no planeta e os fatores naturais e sociais que interferem na sua abundância e escassez, tendo em vista o consumo humano.
Reconhecer e analisar práticas e situações que comprometem a disponibilidade de água no Brasil e no mundo e examinar propostas para o uso sustentável do recurso.

Conteúdo 
Água - distribuição e disponibilidade na superfície terrestre; A situação do Brasil; Usos da água; e sustentabilidade do recurso.

Ano 
1º ao 5º

Tempo estimado 
Quatro aulas

Desenvolvimento 
Primeira aula
Como é a distribuição e a disponibilidade da água no mundo? Quais as áreas que convivem com abundância ou escassez dela? No Brasil, como é a situação? E na cidade em que vivem os alunos, há oferta adequada de água? Qual é a situação dos mananciais e cursos d’água que abastecem a localidade? Essas e outras questões podem servir de mote ao desenvolvimento dos assuntos relativos a este plano e ser o ponto de partida para a organização de projetos coletivos de trabalho, sequências didáticas e outras atividades.

Para os estudantes de 1º ao 5º ano, proponha rodas de conversa sobre situações em que tenha ocorrido falta ou racionamento de água na rua, no bairro ou no município. Peça que descrevam essas situações e apontem quais os procedimentos adotados em cada família. A seguir, eles podem relatar o que sabem sobre a disponibilidade de água na localidade (regime de chuvas, volume de água de rios, lagos e áreas de mananciais etc.). Aproveite as indicações ao final deste plano e ofereça novas informações à turma.

Depois, a conversa pode tomar o rumo das práticas que os alunos consideram inadequadas e que comprometam a oferta de água, como o despejo de esgotos domésticos e resíduos industriais em rios, córregos ou trechos de praia (se houver). Para a aula seguinte, sugira que conversem a respeito desses pontos com familiares e membros da comunidade, em especial os mais idosos ou aqueles que vivem há mais tempo no município, trazendo os resultados para uma nova roda de conversa.

Segunda aula
Organize uma nova roda de conversa para compartilhar os resultados das conversas dos alunos com familiares ou membros da comunidade sobre a oferta e o uso da água na localidade. Em seguida, proponha a eles que representem as situações apontadas por meio de desenhos ou mosaicos de figuras (fotos, charges e ilustrações). Reserve tempo para esse trabalho, que deve ser feito, preferencialmente, em pequenos grupos. Providencie os materiais e recursos necessários.

Proponha a seguir um novo exercício: como seria uma semana na vida de cada um sem água para consumo? Como obter o necessário? Alguém imagina o que faziam os povos da antiguidade, que ainda não tinham recursos à mão para garantir a qualidade da água? Faça a leitura do texto da coletânea Como Fazíamos Sem... Água Limpa? (ver indicação no final deste plano). Se necessário, colete outros textos apropriados para a faixa etária. Ofereça algumas informações a mais: na Grécia antiga, utilizava-se a água da chuva para beber, mas os gregos já sabiam da necessidade de fervê-la e filtrá-la (com panos) antes do consumo. A busca por água levou muitas culturas a ocupar preferencialmente margens de rios, onde o abastecimento era mais garantido. Isso, no entanto, acarretava a construção de diques contra inundações e sistemas de bombeamento para evitar enchentes.

Terceira e quarta aulas
Convide a garotada a montar painéis ou cartazes com desenhos, ilustrações e textos sobre os usos da água, com base no que vem ocorrendo no próprio município. É importante que apontem situações como a poluição e o comprometimento do mar, de rios e córregos, caso isso ocorra, e indiquem a importância de economizar e usar adequadamente a água, no caso de indivíduos, atividades econômicas e poder público. Proponha a exposição de trabalhos em varais ou murais na escola.

Avaliação 
Leve em conta os objetivos estabelecidos no início das atividades. Observe e registre a participação dos estudantes nas etapas individuais e coletivas do trabalho. Para verificar o domínio progressivo dos conceitos, examine o conjunto da produção de textos, painéis, desenhos e outros trabalhos realizados. Reserve um tempo para que a moçada fale livremente sobre a experiência e para avaliar eventuais dificuldades e ganhos de aprendizagem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário